Conhecer o Chile e o Parque Nacional Torres del Paine

A Patagônia sempre esteve nos nossos sonhos, o destino perfeito para uma viagem inesquecível. Paisagens de tirar o fôlego, lagos com água azul-turquesa, montanhas imponentes e tantos outros adjetivos que eu poderia ficar aqui até amanhã falando.

Quando Antonio e eu resolvemos ir para a Patagônia, decidimos que compraríamos bicicletas e pedalaríamos até o fim do mundo, o Ushuaia! Não, você não leu errado, nós nem bicicletas tínhamos mas já queríamos pedalar em uma das regiões mais inóspitas da América do Sul (isso é o que eu chamo de positividade!). Mas sobre essa loucura aventura, eu conto em outro momento.

A Patagonia é uma região localizada no extremo sul da América do Sul, compartilhada pela Argentina e pelo Chile. O Parque Nacional Torres del Paine (TDP) fica na Patagônia Chilena, destino obrigatório para os amantes de belas paisagens e aventureiros que visitam a região. O TDP se tornou um dos maiores atrativos de aventura de toda a Patagônia, recebendo visitantes do mundo todo.

O parque pode ser visitado de carro (existem vários mirantes) e também por trilhas incríveis. Você pode fazer trilhas de 1 dia (chamados de day tour) para visitar alguns pontos específicos, como a montanha Torres del Paine, o símbolo do parque, ou encarar dias de trilha percorrendo os famosos O Circuit (trilha completa pelo parque com duração de 9 dias) e o W Circuit (uma versão mais curta, de 5 dias). Ou seja, tem opções para todos os níveis de preparo físico e disposição.

Nós optamos pelo Circuito W, que é mais curto mas contempla os pontos mais bonitos do parque.

Circuito W / W Circuit

O circuito W é uma trilha normalmente feita em 5 dias no Parque Nacional Torres del Paine e considerada uma das mais bonitas do mundo. Existem duas maneiras para fazer o circuito: no sentido tradicional (iniciando por Torres del Paine e seguindo para o Glaciar Grey) ou no sentido inverso (Glaciar Grey para Torres del Paine). Há opções para todos os bolsos quando assunto é hospedagem e alimentação.

Até Outubro de 2016 não era preciso fazer as reservas dos acampamentos e refúgios com antecedência, então escolher o sentido, tradicional ou invertido, para caminhar poderia ser decidido no dia e de acordo com a previsão do tempo. Porém, as regras mudaram (e nós fomos pegos de surpresa).

 

Assim que chegamos em Puerto Natales, no hostel tivemos a confirmação de que somente poderíamos fazer o Circuito W com reserva e a próxima data disponível seria em 2 meses. Nós já tínhamos uma reserva feita há meses para o refugio Los Cuernos (mas somente fizemos a reserva pois queríamos muito ficar no chalé), que fica no meio do circuito. Com uma boa pitada de fé, o Antonio tentou fazer reservas e, felizmente, conseguiu a ÚLTIMA vaga para o acampamento Italiano. Depois fomos diretamente até as agências (Fantastico Sur e Vertice Patagonia) para tentar um teto ou um pedacinho de chão para os dias que faltavam. Nas duas agências as filas eram enormes e todos que entravam, saiam com tristeza pois já não havia mais vagas. Com outra boa pitada de fé e sorte, conseguimos a ÚLTIMA vaga do acampamento El Chileno. Foi o acampamento mais caro das nossas vidas! Doeu pagar tudo aquilo (sim, e muito!), mas não pensamos duas vezes, era nossa chance de termos 3 noites com reserva. Ficamos sem reserva para o dia 1 e contando com a fé e a sorte, partimos mesmo assim.  

Fazer o Circuito W era o auge de nossa viagem de bicicleta pela Patagônia e não desistiríamos tão fácil.


            Quer saber como foram esses 5 dias? Confira o relato completo aqui!


PS: Bicicletas são permitidas no parque, mas somente pelas mesmas estradas onde circulam os carros e não nas trilhas. Nós deixamos as magrelas no hostel em Puerto Natales.

Tem também um post com as perguntas frequentes e outro somente com informações úteis sobre o famoso W Circuit aqui no blog 🙂 Vem conferir!


Precisa reservar seu hotel ou hostel? Nós sugerimos a Booking.com!

Utilize ESTE LINK, você não paga nada a mais por isso (nem 1 centavo, prometo!) mas nós recebemos uma pequena  comissão, que ajuda a pagar as contas do blog e escrever mais posts incríveis como este!

Olá, somos Antonio e Maiza!
Aqui nós compartilhamos as melhores
dicas e roteiros de viagem para que você possaviajar mais e melhor.
 Realize você também os seus sonhos!